segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Seven - Os Sete Crimes Capitais (Se7en) - 1995


                       SOMERSET
         Em qualquer grande cidade, cuidar da 
         sua própria vida é uma ciência


Direção: David Fincher


Elenco: Detetive David Mills (Brad Pitt), Detetive William Sommerset (Morgan Freeman), Tracy Mills (Gwyneth Paltrow), John Doe (Kevin Spacey), entre outros.


Só tem uma coisa que acho meio estranha no filme. A cena em que Mills e Somerset vão ao apartamento de John Doe. 


John Doe ao ver os dois detetives à sua porta, saca uma arma e atira? Poxa, ele é tão frio, tão calmo e inteligente e entra em pânico numa situação que poderia simplesmente ser contornada? Ele poderia ter se virado, voltado e descido as escadarias sem chamar a atenção dos policiais. No entanto ele atira e coloca tudo a perder, revelando seu esconderijo?


3 comentários:

Fir disse...

É verdade que o John Doe é frio, racional, calmo e à partida, não entraria em pânico facilmente. Contudo, de certa forma, a calma dele advém de estar sempre sob controlo, está sempre vários passos à frente dos agentes.
Este é o único momento do filme em que é surpreendido e, portanto, age de forma diferente, o que prova que não é uma personagem estática. Afinal de contas, mesmo a pessoa mais calma do mundo, tem pelo menos um momento na vida em "que se passa".

Daniel disse...

Sim, pensando bem concordo com vc.

Realmente é o único momento em que o Doe perde a cabeça, mas a recupera na sequência.

E é a partir dai que a trama vira totalmente, mesmo que na mesma cena, ao final, ele recupere o controle, afinal é nesta que ele "poupa" o Mills.

Doe "perde" seu centro de operações e lar, dinheiro e etc. e a a partir de então insere Somerset e , principalmente Mills nos seus planos comete mais um homicídio, "Lust" e depois, como um personagem pervertido do Allan Poe, se entrega.

No entanto, sua entrega nada tem de mera e simples perversão, e sim, é extremamente racional.

Creio que além do momento onde o Doe perde o controle no corredor, só há um momento onde ele "quase" perde o controle de novo, é quando ele diz para o Mills que Mills só está vivo por que Doe permitiu, quando Mills manda o Doe se afastar e ele não se afasta dentro do carro da viatura.

O personagem do Mills é tão irritante que parece que só ele é capaz de fazer o Doe ficar nervoso. ehheheheheh

Uma coisa que eu queria dizer era o seguinte, e não tem nada a ver com roteiro, mas sinto que o Kevin Spacey não esteve tão bem no papel do Doe, o que vc´s acham?

Daniel disse...

A propósito, entre Somerset e Mills descobrirem o apto do John Doe e John Doe se entregar ele comete dois assassinatos, Luxúria e Vaidade.